segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

#ESTRELA CADENTE#

Abre as asas
Estrela cadente
Solitária e carente
De afeto é tua sina
Deixa teu ninho
Mergulha e voa
No espaço infinito
Mas não contes vitória
Antes do tempo
Sente o vento
Soprando forte ao teu lado
E a sensação de liberdade
Isso é emoção do momento
Porém retém os sentimentos
E esconde-os no peito vazio.
Estrela que se esvai
Querendo apenas brilhar
Um pouco mais
Guarda tua história
Dorme na esteira do tempo
Com o leve beijo
Dos tristes roseirais.

Escritora Mj, em 30/01/2017

domingo, 29 de janeiro de 2017

O PESO DOS ANOS

Nasci como nasce uma criança
Vivi igual a toda gente
Brincando no meio da lambança
Sonhando como um inocente
Cresci e passei a bordar sonhos
Devagar dentro da mente
Em forma de vermelha rosa
Então senti o peso dos anos
Nos ombros debilitados
Compus o que sentia em prosa
Poema sem rima milagrosa
Voei nas nuvens chuvosas
Aterrissei na terra em lama
Por dias, meses e anos
Suspirei no ar em vão
Roguei a Deus e a Virgem Maria
Pra que pudessem desatar o nó
Então perdi a noção do tempo
Caminhei na terra solar
Alquebrado na planície
Divaguei a esmo na mesmice
Sentimentos antes nunca navegados
Entrei em terras distantes
Por fim aprendi na rua
A bailar na poeira crua.


Escritora Mj...29/01/2017

sábado, 28 de janeiro de 2017

MARCAS DO AMOR

De olho na natureza
Numa distância imaginária
A criatura silenciosa
Escreve pensamento em prosa
Falando das vidas vividas
Das estradas percorridas
No cheiro da rosa
Das tristezas sentidas
Das desilusões sofridas
Da fecunda lágrima escorrida
No rosto molhado
Por causa das marcas dos amores
Entrelaçadas ao passado.

Escritora Mj, em 28/01/2017

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

DIVAGANDO PENSAMENTOS SOLTOS

Caminhando na estrada sem destino certo
Saio a divagar sem ter ninguém no caminho
Estou sozinho a ver o luar
Sento no chão molhado deste céu nebuloso
Então invento um sol pra brilhar
Sinto um barco parado no barranco
Naufragado neste delicado coração
Então procurei no tempo o divã do tempo
Lá estava ele firme me observando
Esperei o momento certo pra falar
Foi mais um desabafo do que pensamento escrito
Selado em lágrimas do meu rosto molhado
Cansado de chorar os meus lamentos
Pois levei uma vida inteira pra acertar
Cada passo da caneta pelo mundo
Em segundos foram destruídos os sonhos
Construídos dos sentimentos guardados no peito
Desfeitos, apagou-se a luz do conhecimento
Por alguns fui aclamado em cinco minutos de glória
Por outros, derrubado por vingança
Hoje me sinto ferido por dentro e por fora
Moribundo, magoado e desacreditado
Levará tempo pra ser refeito
Mas quem espera sempre alcança a vitória
E assim fico a espreitar da janela o desfecho
Dessa vã novela malfadada.


Escritora Mj, em 27/01/2017

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

ÁGUIA SOLITÁRIA

Voando em pomposa altura
Sem medo de se ferir
Jogando fora a armadura
Certo dia ali se encontrou
Entre o céu e o oceano
Indo em busca do grande amor
Enfrentando fortes tempestades
Seguiu o vento a soprar
Com raios de sol a brilhar
E jamais pensou em desistir
Refugiando-se em brancas nuvens
Cogitou apenas em seguir
Com intuito empreendedor
Avistando só o mar, refletiu,
Seja vida, voe alto,
Mas nunca deixe de sonhar!

Escritora Mj, em 26/01/2017

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

EM BUSCA DO SERENO AMOR

A mente poderia evitar certas coisas, porém o ser humano é fraco.
Na grande escola da vida
De intento em intento
Por vezes sente a alma ferida
Ardente em fogo voraz
Criando para si tormento
Que a mente poderia evitar
Porém no desafio da dor
Precisa dosar e correr atrás
Com liberdade de voar
Porque não há vitória sem luta
Em busca do sereno amor
Para o coração se acalmar
Trazendo um pouco de paz.

Escritora Mj, em 25/01/2017

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

CORAÇÃO DE VAQUEIRO

De manhã altivo e sossegado
Passava na rua
Tocando seu berrante
E tangendo o gado
Sem ter preocupação
Nota do outro lado
Uma linda donzela
Desabrochando em flor
Debruçada à janela
E com um leve sorriso no rosto
Aproxima-se dela
Retira o chapéu
Para cumprimentar a menina bela
Porém os olhos se encontram
E sentem nas veias o sangue pulsar
Algo mexeu com eles
Pesou bem as palavras
Mas soube conduzi-las
Passando a ser natural
Não havia como não se apaixonar
Vaqueiro grande de coração
Por onde passa recebe aplausos
Carrega no peito um diamante
E a grande vontade de amar.

Escritora Mj, em 24/01/2017

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

DESPINDO-ME DO PRANTO

Vi um caramanchão plantado
No meio da natureza
Coberto pela vegetação
Não me deixei abalar
E nem desisti de lutar tanto
Resolvi sentar
Despindo-me do pranto
Pelo raio do fracasso obtido
Pois carrego tamanha tristeza
Do lado esquerdo do peito
Chamado de coração
Que magoado sofre calado
Num formato de cruz
Porém são dores que me consolam
Ao ver as cores do arco íris
E nas flores mais amores
Enchendo com certeza
O meu dia de luz.

Escritora Mj, em 23/01/2017

FAMA DE BOIADEIRO

Do sul ao norte
Por este Brasil a fora
Onde a natureza impera
Faça chuva ou sol ardente
No campo ou na cidade
O boiadeiro afamado
Com cavalo bom de espora
No berrante é doutor
Serve dois dedos de prosa
Pra encantar o seu dia
E passar a conhecer
A situação do gado
Que vai levar adiante
Pra fazenda do patrão
São três meses por terra
Duas horas de avião
No navio ninguém conta
Leva tempo de montão
Dorme ao relento
Até chegar ao destino
Tendo a estrela como guia
Aprendeu a conhecer
Pois seu pai lhe ensinou a lição
Profissão transmitida por seu avô
Embora sujo e cansado
Sua mulher o recebe com carinho
Com pedaço de rapadura
Caneco de água na mão
Pra esquecer as amarguras
De tanta insolação
E pelo sim, pelo não
Sai contando os meninos
Pra ver se são os mesmos
Que levou no coração
Antes da sua partida.


Escritora Mj, em 23/01/2017

domingo, 22 de janeiro de 2017

OS OLHOS DO CORAÇÃO

No jardim da saudade
Sonho um sonho pensado
Pausado ao redor do mar
Querendo ver teus olhos
Bem de pertinho
Pois eles moreno tem
Dois brilhantes no lugar
Duas pedras preciosas
Que com carinho
Alegram minha vida
Isso é emoção forte no ar
Na expressão da palavra
Um encantar e amanhecer
Sol dourado dentro do ser
Devagar, pois
Aproximação é sorte
Quero abraçar-te ao acordar
Viver e deixar acontecer
Sem preocupação com a morte.

Escritora Mj, em 22/01/2017

sábado, 21 de janeiro de 2017

SORTE DE PRINCIPIANTE

Sorte quem tem é bicho
Papo reto é covardia
No meio do mato corria
Num campinho improvisado
Com outros do seu tamanho
Fingindo que ia jogar
Então é bom relembrar
A falta que o tempo faz
Daquela vida de outrora
Que todo jovem namora
E facilmente se apaixona
Estufando o peito de aço
Com uma bela canção no espaço
Pra agradar as menininhas
Das promessas feitas na noite
Prendendo a respiração
Numa forte emoção
Assim sem se preocupar
Navega na imaginação
O mundo pra ele pode acabar
Com meia hora de prazer
Abrindo o coração
Deixando tudo como está
E retorna pro mesmo lugar
Sem tomar uma decisão.


Escritora Mj, em 21/01/2017

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

PAIXÃO REPENTINA

Paixão é um sentimento passageiro, enquanto que o AMOR verdadeiro dura para sempre, porém ele precisa de alimento...Boa tarde e bom fim de semana.

Quando se aproxima o final do ano, as lojas são enfeitadas com árvores de natal, mercadorias diversificadas nas prateleiras para atrair a clientela, bem como nos manequins as roupas da moda chamam a atenção de todos que por ali passam, e por volta das dezesseis horas, duas amigas aparentando terem pouco mais de quinze anos, vestiam-se de acordo com a adolescência, passeavam tranquilamente no calçadão, entraram numa lanchonete a fim de tomarem um sorvete, sentaram-se na primeira mesa que acabara de ser desocupada, fizeram seus pedidos e enquanto esperavam continuaram conversando sobre assuntos banais, mas Silvia parecia não estar prestando atenção no que sua amiga Sônia dizia, os olhos brilhavam, sorria do nada e não se contendo, olhou para a outra e disse: - Conheci um carinha legal, nos encontramos várias vezes e eu acho que estou apaixonada, ele é lindo, lindo, charmoso, uma gracinha! - Do jeito que você fala, “uma gracinha”, não sei não, tenho minhas dúvidas, respondeu Sônia, menina marota, brincalhona. - Ora, ora, estou falando das qualidades dele e isso não tem nada a ver, retrucou Silvia. - Ah, é? Ok, mas tenha muito cuidado com isso, minha amiga, pois paixão repentina deixa a pessoa lesa, louca, surda, muda e cega! Juntas deram boas gargalhadas, terminaram de lanchar e seguiram olhando as vitrines.


Escritora Mj, em 20/01/2017

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

O DESPERTAR DA NATUREZA

Oh, amiga mãe natureza,
Quando amanhece e abro os olhos
Enxergo a força clássica da tua beleza
Caminhando lado a lado em sintonia
Com teu exuberante perfume
Exalado em forma de poesia, pois,
Lindo e colorido é o teu despertar
Contrastando com as brancas nuvens
Que no céu parecem ondas a bailar
Com sabedoria no infinito azul
Simbolizando o mundo metafísico
Por cima da terra gigante
Dando-me tranquilidade e harmonia
Que desde menina aprendi a amar
Então, levanto as mãos para o alto,
E numa prece silenciosa
Agradeço do nascer ao por do sol
Ao construtor do universo!

Escritora Mj, em 19/01/2017

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

ASSINALADO COM UM BEIJO

 A vida segue engrandecida através do chão de estrelas.
Olhando o brilhante céu anil
No universo sertanejo
E ouvindo uma bela canção
Nesse dia de calor
Peguei o caderninho
Extasiando-me em verso
O preenchi com poesia
Extraído do mais puro sentimento
Guardado no coração
Assinalei com um beijo
E com carinho
O enviei pro meu amor
Através do pensamento.

Escritora Mj, em 17/01/2017

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

CHAMA VIVA

O amor é o melhor antídoto da vida!

Escrevo em verso, pois,
Quem ama sente a chama
Viva, acesa e com ardor
Do amor que não se apaga
Na fogueira acinzentada
Pode até ficar esmorecida
Porém de cada roseira
Plantada na estrada
Uma flor é colhida
Pra aquecer a vida
Neste grande universo.

Escritora Mj, em 16/01/2017

domingo, 15 de janeiro de 2017

SOS!

Em cada espinho arrancado
Choro o pranto sentido
Nos lamentos do verde campo
Florestas e cerrados
Que outrora largos existiam
E hoje são cantos minados
Sem vida na natureza.
A fauna pede socorro
Ameaçada de extinção
Procura em bando outros ares
Entrando em cada cidade
Por não ter outra opção.
A flora já foi devastada
E na biodiversidade
Resta pouca vegetação
Causando enorme tristeza
No coração do planeta
Que morre devagarzinho
Pela dor da saudade.

Escritora Mj, em 15/01/2017

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

RAZÕES DA VIDA

Deus te guarde e te ilumine, oh, vida,
Onde escreves razões
Que a própria razão desconhece
E quando anoitece és perfeição
Pois o comboio segue à frente

Absorto e pensativo
Levando uma enorme bagagem
Tendo a escolta logo atrás
Gerando conflito na mente
Driblando o tempo perdido
E abrindo o coração em leque
No espaço infinito
Porém seu destino final
É a escola da aprendizagem!

Escritora Mj, em 12/01/2017

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

ENCANTOS DA NATUREZA

Certo dia rente à estrada
Havia uma roseira ferida
Apagada e quase sem vida
Porque não tinha sido aguada
E quem por ali passava
Um espinho retirava
Mas uma bondosa alma
Pegou-a nas mãos com carinho
E perguntou a sorrir,
De certeza roseira amiga
Do jeito que estás acuada
Sofrida e toda lanhada
Como poderás brotar outro botão
Se o teu coração está a sangrar?
Alma que vive e voa
Respondeu sem lamentar,
É verdade, se hoje estou enfraquecida
Descuidada e sem guarida
Eu preciso perdoar
Pois ainda estou na vanguarda
E nada tenho a temer
Amanhã será diferente
Aqui poderá chover
E a água me molhar
A terra precisa ser enriquecida
Pra alegria da mãe natureza
Então é necessário aprender a amar
Pra depois o meu galho florescer.

Escritora Mj, em 10/01/2017

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

OUVE-SE O GRITO DO TROVÃO

No silêncio do meu quarto
Levo o terço na mão
Fecho os olhos e peço ao Pai
Em forma de oração
Pra cair água do céu
Com pingos de chuva fria
Molhando do sul ao norte
O seco chão no Nordeste brasileiro
De repente tudo escurece
O vento sopra forte
Relâmpagos faíscam o mato
Ouve-se ao longe um grito
De uma maneira estranha
Acordando o povo inteiro
Tem calma mulher descrente
Não seja tão apressada
Porque daqui pra frente
A semana inteira promete
E a terra será abençoada
Era o trovão que respondia.

Escritora Mj, em 09/01/2017)

domingo, 8 de janeiro de 2017

MENTE ABERTA

Que não faça desta vida
A enganação dos sentidos
E nem seja vivida de alucinação
Desempenhe o seu papel
Muito bem e sem discórdia
E não tempere o pão com fel
Pra depois não embarcar
Na mais pura ilusão
Não transforme um feliz dia
Em amargura e tristeza
Que haja em toda nação
O bendito entendimento
Muita paz e harmonia
Mais amor e compreensão
Pra alcançar a misericórdia.

Escritora Mj, em 08/01/2017

sábado, 7 de janeiro de 2017

RUÍDOS DO SILÊNCIO

Ouve-se calmamente lá fora
A voz do silêncio na noite
Na mente as lembranças teimam
E não se apagam com o tempo
Porque a vida continua
No desejo pequenino
Bebendo do amargo vinho
É vida que sonha e voa
Sem ter do que reclamar
Porém não é atoa
Que ela sempre retorna
E pousa no mesmo lugar
Entretanto deixa rastro
De turbulência no coração
Causada pela dor da ausência
Que passa no vão da natureza.

Escritora Mj, em 07/01/2017

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

NORDESTE CANTADO

Te canto Nordeste amado querido
Com mananciais e praias maravilhosas
Sofrido é teu povo varonil
Tão calejado da enxada
No plantio da lavoura 

Tem o carro de mão
Amansador de bicho brabo e desconhecido
E no terreiro a criação
Pra vender na cidade
Ao por do sol cansado dorme
E acorda no cantar do galo
No rosto queimado e envelhecido
Carrega um sorriso maneiro
E cativante pra toda gente
Da vida jamais se lamenta
Tempo ruim pra ele não tem
E com tão pouco se contenta
Acolhedor de coração valente
Talvez não saiba outras línguas
Porém na luta pela sobrevivência
Faz-se entender num linguajar diferente
Derramando suor e sangue
Na construção deste imenso Brasil.

Escritora Mj, em 06/01/2017

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

REFLEXO DA PAIXÃO

Passos que passam despercebidos
Sem serem notados na essência
Alma dividida e alienada
Despedaçada pela ausência sofrida
Uma metade é alegria silenciada
A outra é fria tristeza
Escondida num sorriso
Vendo a sua imagem
Refletida no espelho
É pura tentação
Prendo a respiração
Ouço a voz do desejo
Fico pensando em nós.

Escritora Mj, em 04/01/2017

ESTRELA DA MANHÃ

Chamam-Te Maria das Dores
Morena cor de canela
Apareceu pros pescadores
Também pros três pastores
Tu és refúgio dos pecadores
Rainha mãe da bondade
Bela estrela da manhã
Concebida sem pecado original
Assim subiste aos céus
Deixando no mundo saudade
Então Te trago guardada
No peito venerável virgem
Poderosa, benigna, fiel
E o povo por Ti espera
Aflito no mundo inteiro
Ouvi, oh mãe de Jesus
Que morreu pregado na Cruz
Pra nos dá a salvação
Traz a bendita paz
Retira o desassossego
Que arde como fel
Na alma do filho teu.
Escritora Mj, em 04/01/2017

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

PRODUTOS CULTIVADOS NA TERRA

Do látex se faz a cola
Da cola se cola a bola
Pro jogador no campo jogar
Mas se a bola rasgar
Da própria cola se cola outra bola
Pro jogo continuar
Na terra se planta o trigo
Do trigo prepara a massa
Da massa se faz o pão
O padeiro leva a fornada
Direto pro forno assar
Pra a alegria do pãozeiro
Encher seu carro de pão
E entregar na freguesia
Na feira tem vendedor
De tudo quanto é lugar
Descarrega do caminhão
Mercadoria, miudeza e muito mais
E faz das mãos megafone
Propaganda de montão
Avisando o valor da riqueza
Pro povo inteiro comprar
E depois que acaba a feira
Num cantinho se acocora
Sem fazer reclamação
Que é pra contar o dinheiro
Pois quando pagar suas contas
Do resto faz outras compras
Pra poder negociar
E pra garantir o sustento
Quando retorna pra casa
Faz questão de levar
Um saco cheio de pão
Sem esquecer a bola do filho
Pra vê-lo brincar feliz no terreiro.

Escritora Mj, em 03/01/2017

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

QUEM ES TU, MULHER!

Mulher quieta num canto
Que chora copiosamente seu pranto
Pra que ninguém perceba
E nem veja o que ela sente
É pobre mulher sofrida
Tola, ingênua, carente
Desprezada e sem saída
Não abre os olhos e a mente
Fechando seu coração
No tempo e no espaço
Como uma flor solitária
Porém quando ferida
Torna-se pequena mulher gigante
E num grito de libertação
Corre em busca do sonho dourado.

Escritora Mj, em 02/01/2017

domingo, 1 de janeiro de 2017

LUZ OFUSCANTE - ORAÇÃO

Feliz 2017!
Oh, Pai de Misericórdia, fonte de sabedoria e luz ofuscante que brilha constantemente no horizonte, Te agradeço porque vi com estes olhos que a terra há de comer, mais um ano ir embora, abrindo passagem para o outro nascer; Te agradeço pela família que Te pedi; pelos vizinhos; pelos amigos reais e virtuais, os quais permanecem comigo nesta longa estrada que se chama vida; Te agradeço por todos que incondicionalmente me ajudam sem pedirem nada em troca; Sabeis tudo o que se passa ao meu redor, nos meus pensamentos, nas palavras proferidas, nos meus atos, ações e coração; Ajuda-me, mais uma vez, a trilhar caminhos desconhecidos na busca constante da essência, entregando nas Tuas mãos todos os meus anseios, medos e incertezas diários, pedinto-Te que não me deixe fraquejar; Ilumina, oh, Pai, o que interessa neste instante; quero ser mais paciente, compreensiva, mansa e prudente para olhar o mundo e as pessoas de outra maneira, sem rancor na alma, espalhando o bem para cada um dos Teus filhos, mostrando-me o caminho correto a seguir, se este realmente for o Teu desejo, dando-me apenas um grão de areia da fé propriamente dita, sabedoria para entender os Teus desígnios, e força suficiente a fim de suportar com serenidade e sem reclamar, tudo aquilo que não pode ser jamais modificado, porque a Tua sentença da qual está isenta de recursos, já foi decretada e promulgada, livrando-me dos males passados, presentes e os futuros, cerrando os meus olhos e ouvidos de toda calúnia exposta, e guardando minha língua da maldade humana. Que assim seja para sempre.

Escritora Mj, em 01/01/2017)