segunda-feira, 23 de abril de 2018

CÉU ABSOLUTO

Aconteceu algo diferente naquela manhã
O sol despontou na minha frente
Alegremente a versejar, e ele,
Tinha um gosto de poesia no ar
E não parava de repetir, que,
Seu jeito salutar seria
A renovada esperança do verbo amar.
Nisso fiquei a pensar cá com meus botões, daí,
Tentei desenhar na imaginação
Um quadro com cores uniformes
E na beleza do desenho o recheei
Com milhões de figuras antigas
E apontei na linha do horizonte
Minha vara de pescar, então,
Lá no rio encontrei o peixe caborge, mas,
O espelho d´água refletiu certeiro
A figura tranquila de São Jorge
Observando seu cavalo pastar sossegado.
Ao longe, na relva verdinha,
A dama sentadinha e bem acomodada
Saboreava a paisagem recheada de flores.
Mais que de repente surgiu,
Muita gente a espiar sorrateiramente
O discurso dos pardais seresteiros.
Eles enchiam o ambiente com cantigas melodiosas, que,
Certamente enlearam o casal passeando de mãos dadas
Ao redor dos canteiros e cheios de carinho
Diante do céu absoluto
Envolveram seus olhares com perfeição
Como se fosse uma viagem feita na palma da mão,
Num constante vai e vem, e num instante,
Embalei-me a olhar dentro de mim, porque,
Nada estava perdido.

Mj, em 22/04/2018.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

ESTOU DOIDINHA POR VOCÊ

Sorria, você está sendo filmado!
Seu moço preste atenção
No caso que contarei
É de arrepiar os cabelos
Se isso é lorota ou anedota, não sei,
Só sei que foi desse jeito,
Nisso pode acreditar, que,
Almocei como gente, mas,
Fiquei pelos cotovelos
Triste, cansado, e,
Um pouco empanzinado
Deu-me um sono danado
Sonhei um sonho apressado
Daqueles sonhos medonhos
Deixando-me aperreado
Pior do que serpente, porque,
Uma boca risonha
Pintada de encarnado
Apareceu de repente
Como se fosse feitiço, ora,
Não esperei a criatura
Passar-me nenhum recado
Desorientado, saltei da rede,
Acordei com dor no peito, e,
Todo urinado da vergonha que passei
E quase morro do coração
Com medo daquela marmota, pois,
Ouvi quando ela disse,
Estou doidinha por você!
A carreira foi tão grande que,
Perdi a meia, porém,
Não perdi o sapato!

Mj, em 20/03/2018.

terça-feira, 17 de abril de 2018

O BURRO QUE QUERIA SER GENTE

Abra as asas, navegue no espaço e viaje na imaginação!
Correu na boca miúda
Que a viagem do Trigueiro
Seria naquele trem
Pagaram tanto dinheiro, que,
Deixaram o burro bitolado.
Ligeiro deu um pinote
Subiu no primeiro cangote
Pensando que era gente, porém,
Quis voar livremente, e,
Num desejo contingente
Deixou o povo descrente
Do bicho de quatro patas
Que saiu chutando latas
Por tudo quanto é lugar
Pipocando nos cascos
E se mandou de repente
Pra não ser engaiolado
Coitado, que sufoco!

Mj, em 25/02/2018.

domingo, 15 de abril de 2018

DOIS EM UM

Ótima semana recheada de bons fluidos a todos!
Do lado de cá do norte
Alguém pediu paciência, daí,
Outro chegou com veemência, e,
Partindo do princípio de que,
Barco sem leme é pobre
Porém nobre de sentimento
Brincou com as palavras
Retiradas da alma e falou:
Preciso rever o tempo
E adoraria inventar que,
Esse tempo fosse sem tempo
Para fazer outro tempo nebuloso, que,
Tenta bater na porta, porque,
O pobre coração latente insiste
Na loucura da paixão desenfreada, pois,
Não quer ver-te partir sem despedida.
E sem querer te perder de vista
Quer estar perto de ti a todo instante
E desvendar teus pensamentos
Apenas com olhar certeiro
Na vertente, e sem rótulos dizer,
Amo-te cérebro,
E para sempre serei teu!

Mj, em 15/04/2018.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

SEM CONEXÃO

Sorrir faz bem para a saúde...Bom fim de semana!
Do outro lado da praça a mulher observava aquela cena que se repetia constantemente, e sem horário, podia ser manhã, tarde, noite, madrugada, enfim perguntou,
- Oi, está tudo bem contigo?
- Meio lá e meio cá, vou indo, mais ou menos...
- Tu estás indo, para onde?
- Não sei ao certo, devo parar em algum lugar...
- Vamos sentar um pouco para conversar.
- Conversar sobre o quê?
- Sobre o que quiseres, podemos falar do tempo, da vida, enfim.
- Mas isso levará tempo e não terás tempo para me ouvir...
- Experimenta...
- Experimentar o que?
- Se eu vou ter tempo para te ouvir, porque este momento faz parte do tempo que tem tempo para ser tempo de outro tempo.
- Se é assim, então está certo, ali tem uma sombra.
- Beleza, vamos lá.
- Bem, cá estamos sentados, e agora?
- Começas tu, ou eu?
- Eu vou começar o quê?
- O que achas da vida?
- Eu? A vida é um trem bom, sim, senhora.
- Só isso?
- Não, tem mais...
- Quer ficar comigo?
- Estou namorando...
- Mas se não tivesse?
- Inventaria outra desculpa...
- Bonito pensamento, eu gostei.
- É? Agora é a tua vez.
- Minha vez, de que?
- Estou esperando.
- Sabes que horas são?
- Sei sim, são dois palitos de dentes e um fósforo.
- Assim não estás me ajudando...
- Perguntaste o que mesmo?
- Perguntei-te as horas
- Aqui tem um palito para cima e outro para baixo
- Qual é o palito que está para cima, é o maior ou o menor?
- É o palito menor.
- E o palito maior está apontado para o meio?
- Sim, está.
- Isso significa que são doze horas e trinta minutos.
- Como sabes disso?
- Porque estou vendo o relógio da parede.
- Ei, assim não vale!
- Vale, sim, vale não, vale sim!
- Cara, mas tu não eras cego de guia?
- Eu? Nunca fui cego, mas,
Nas cores do firmamento
Olho em volta e não te vejo
Do peito sai o lamento
Porque não te dei um beijo.
- Mas ainda não me contaste para onde ias...
- Eu não ia, eu vou mesmo.
- Vais para onde?
- Desenrolar a língua, meu camarada!

Mj, em 09/04/2018.

O BARCO REMA DEVAGAR

Sexta feira feliz, e bom final de semana...Bom dia.
Cancioneiro, a tua rota de alegrete
Fez de ti sonhador de primeira, mas,
Lembra-te de que,
A terra é um enorme tapete, pois,
Dialogar não é teorema, contudo,
Descobres ramalhete de flores
No respeito pelo ser humano.
Sorte daquele que tem um amigo, porque,
Amizade é um valor sem fronteira
Que não quebra nem com a morte.
E se quiseres seguir em frente
Precisas valorizar a vida, sabendo que,
É devagar que o barco rema
O ovo tem sua gema
Frito quebra o sistema
Alimenta o povo aflito
E nada podes mudar, então,
Ao invés da guerra plante a paz
Que faz bem para o coração.
Avante, companheiro!

Mj, em 11/04/2018.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

A CHAMA DO AMOR

A vida é uma caixinha de surpresa...Boa noite.
Quanto tempo eu levei para entender
Que o mundo precisa de paz.
Muito tempo eu passei sem saber
Que a vida é um eterno aprender.
Revesti meu coração com facilidade
Em coisas que não trazia felicidade, e assim,
Vivi preso na mais pura ilusão
Sentindo-me perdido sem compreender
Que nada me satisfazia neste mundo.
Cheguei a recusar a voz da consciência
E quando tudo começou a se perder
Cavei um buraco na estrada, porém,
Mais que de repente e com precisão
A luz fez-se presente, então,
Procurei outro caminho
Colhi flor sem espinho, e daí,
Escrevi em verso a chama do amor
Mantendo-a acesa neste grande universo
Então mergulhei na água viva do Senhor
Ele fez maravilha no meu viver
Dando-me a chance de recomeçar, e do pranto,
Fiz um canto de louvor e me entreguei, pois,
Cheguei aqui como pedra bruta
A ser lapidada até atingir a essência
Nesta escola de experiência, contudo,
Tenho a obrigação de retornar para casa
Como eterno espírito empreendedor.

Mj, em 20/06/2017.