segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

GRITO DE ALERTA + VÍDEO

Que os espíritos de luz, guiados por Jesus, nos livre de todos os malefícios...Assim seja...Boa tarde.
Ouve, Senhor, o meu lamento
Na guerra há silêncio e não paz
Ouve-se o barulho dos passos
Tempo de tanto tormento
Ouve o meu grito de alerta
Pois Vos rogo todo dia
Traz amor e harmonia
Para que sirva de alento
Aos sofridos corações
Assim peço eu no momento.




Poetisa Maria José da Conceição (Mj), em 08/10/2016)

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

JANELA DO PENSAMENTO

Bom dia recheado de bons fluidos!
Muito além do infinito
No pomar da fantasia
Uma estrela brilhou
Sob a luz do sol ardente
E eu toda contente
Estiquei-me para alcançar
Pensei que seria
Naquele bonito lugar
Que eu repousaria
Fiquei apenas a imaginar
Quando ela se afastou
Então sorri ao acordar
Agradeci ao Criador
Por ter a vista perfeita
Para observar tudo
Ao meu redor
Pelos pés para caminhar
De um lado para o outro
Sentindo o aroma perfumado
Da flor de canela
E respirando aliviada
Sinto chegar ao pensamento
Uma poesia singela
Então anoto em tempo
Debruçada na janela.

Poetisa Mj, em 04/12/2017.

sábado, 2 de dezembro de 2017

FELIZ NATAL e FELIZ ANO NOVO

Queridos amigos e familiares, venho de público lembrar de que o único homenageado neste mês de dezembro é um menino que nos presenteou com o Seu nascimento, Ele chegou aqui para nos ensinar a verdadeira caridade através do amor, sim, é Nosso Senhor Jesus Cristo, é Ele o nosso convidado principal, é através Dele que enxergamos a luz no fim da estrada, assim, desejo a todos FELIZ NATAL, e FELIZ ANO NOVO repleto de saúde, paz e muito mais, esperando que 2018, o qual já está à porta, nos traga novas esperanças, porque a vida é o dever que trouxemos do nosso lar para fazer neste planeta. Abraços fraternais.
Maria José da Conceição (Mj), em 02/12/2017.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

AMOR A BASE DE TUDO

Como o próprio nome já diz, só o AMOR é a base de tudo! Bom dia e bom final de semana.
Seu doutor tome prudência
E não se avexe
Mas preciso lhe falar
De um assunto delicado
Será do meu jeitão nordestino
Morando neste sertão
Que desde menino aprendi a amar
A partir dos mandamentos
Que em dois fora transformado
Um é o Criador quem me protege
Pelo amor de filho ao Pai
Depois vem o segundo
Para amar o meu irmãozinho
Seja de longe ou de perto
Ele carece de atenção
E muito carinho
Ás vezes se é chamado de lado
Para o erro ser corrigido
Mas logo se sente ofendido
Sem saber que é para o bem
E sai fechando a cara
Que parece mais um enterro
No entanto todos os dias
Nós temos que perdoar
Enviando bons fluidos
Que é para o outro se acalmar
Sem falar que a vida é bruta
E tão curta igual o sopro do vento
E se o senhor for capaz
Aprenda enquanto é tempo
De plantar a semente no peito
Com certeza ela brota devagar
Sendo mais um incentivo para a paz
Nesta terra abençoada
Recheada de espinho
Agora se quer transformar de jeito
O amor em poesia
Tenha muito cuidado
Para não cair numa fria
Pois ele é uma ciência
Que vai chegando de mansinho
Veja o que ele faz na adolescência
Um grande redemoinho
Por ser enganação dos sentidos
Porém na maturidade
Querendo ou não
Ele vira realidade
E se apossa do coração
Com muita facilidade
Ficando lá embutido
Mexendo com a emoção
Assim aprendi desde cedo
Ter educação e respeito
Para amar esta Nação.

Poetisa Mj, em 27/11/2017.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

EU QUERO VIVER

Uma terça feira feliz para todos, boa tarde!
Quero ter paz
E pensar positivamente
Pois a negatividade adoece!
Quero olhar as pessoas do mundo
Com olhos de amor
Assim como está escrito no mandamento
Que Jesus nos ensinou
Eu quero fazer prece!
Quero ser alegre e feliz
Ter o brilho no olhar
Como quem diz
Eu quero apenas amar!
Quero ter a certeza
De estar agindo corretamente!
Quero ter boas ideias e ajudar
A quem precisa de alento!
Quero viver cada dia
Como se fosse o último adeus
Encontrando-me com meu eu
Porque a poesia está
Onde a vida nos conduz
No soprar do vento
E até num facho de luz!

Poetisa Mj, em 28/11/2017.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

NOITE ANGUSTIANTE

Não deixe que a negatividade invada a sua mente, preencha a mesma com pensamentos positivos, e tudo dará certo! Bom dia.
Nesta bela noite plena
Vê-se o seu voo rasante
Canta a alma inebriante
Na pureza desse instante
De cantar calma e serena
Ouve o peito soluçar
Pois se sente abandonada
Nesta bela noite plena
Todo dia ela cantava
Direto pro seu almirante
Mas ele preferiu outra
Com canto melodioso
Deixando saudade de jeito
Vendo-se talhada de dor
Com o coração machucado
Definhou sem fazer chiado
Por causa daquele amor
Foi-se tudo pelos ares
Sofreu por quem tanto queria
Na noite de calmaria
E na tristeza do pranto
Sem ter mais pra quem cantar
Perdeu a voz de desgosto
Numa noite angustiante.

Poetisa Maria José da Conceição (Mj), em 22/11/2017.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

DESABAFO

Hoje, 20 de novembro, é comemorado em todo país o dia da Consciência Negra, e se dependesse da minha pessoa, ela deveria ser comemorada nos trezentos e sessenta e cinco dias do ano, ininterruptamente, sem cessar, e sem precisar de autorização prévia, pois somos todos iguais, feitos e criados pelo mesmo Pai celestial, sem nenhuma distinção de cor, raça, credo, etc., porque o respeito vem de berço, e para quem não sabe e não procura se inteirar, respeito é um substantivo masculino que se refere ao ato ou o efeito de respeitar-se, bem como atitude necessária para favorecer a convivência na família, no trabalho, na comunidade, servindo de estreitamento nos laços de amizades, aceitando as diferenças, percebendo que cada pessoa tem o livre arbítrio de escolher ser quem ela realmente quer ser, na forma de pensar, agir, escrever, opinar, porém torna-se difícil quando se quer ter razão a qualquer custo, ou quando se supõe, frente a qualquer ponto de vista, que a própria postura é a única possível, portanto, vemos também a falta de respeito para com os idosos, deficientes físicos, visuais e outros, as crianças e os adolescentes estão sendo esmagados a qualquer custo, vemos país tentando mostrar força para outro país através de armamentos pesados, e não só, no entanto, não estão preocupados com o futuro do seu povo, nas amizades vemos todos os dias a grande falta de aproximação e engajamento dos colegas, até num simples bom dia, nas curtidas, nos comentários, uns respondem, enquanto que outros se acham melhores e mais capacitados, fofocas existentes por todos os lados, tudo isso é preconceito e falta de respeito para com o próximo, e mais uma vez minha alma sangra ao ver um descalabro de tamanha proporção ocorrendo por causa do ser chamado (des) humano, basta cada um procurar ler as notícias porque se voltou a fazer venda de escravos como é o caso dos migrantes africanos que tentam chegar á Europa e são vendidos em leilões, os próprios refugiados relatam repetidas situações de crueldade, e segundo eles, inúmeros tipos de violências horrorosas sendo praticadas diariamente, e as mulheres, coitadas, sãos as maiores vítimas, elas sofrem sem poderem reclamar, e são também vendidas em leilões de escravos, elas têm o seu preço superior ao dos homens, porque além de serem forçadas ao trabalho escravo, elas também são vítimas de abusos sexuais, vemos também em cada esquina uma mulher sendo maltratada, espancada e estuprada pelos que se dizem machões, e muitas delas não resistem, perecem no local, hoje temos que viver trancafiados nas nossas próprias casas por causa dos assaltos, e nos tempos atuais, ninguém mais é totalmente livre, e até pouco tempo eu pensava que tinha cessado a escravidão no mundo, mas parece que eu estou redondamente enganada, e o meu humor não está para suportar determinadas coisas, uma vez que estamos vivendo na era da informática, temos a internet ao vivo e em cores espalhada no mundo inteiro, jornais, canais de televisão, as operações do coração são feitas à distancia, idas a lua, a marte, temos os automóveis de última geração os quais não precisam de condutor, dentre tantas outras coisas mais para facilitar a vida, e a isso chamamos de progresso, porém retornamos a era mais longínqua que se pode imaginar, afinal eu pergunto, em que século estamos? Medieval? Pré Histórico? Será que podemos viver pelo menos um dia sem violência? Alguém pode me responder? Falta educação, saúde, segurança, e muito mais, porque alguns só pensam em si e nos bolsos abarrotados, e o povo que se vire, se puder, as queimadas acontecendo a todo instante deixando as nossas florestas arrasadas, nossos animais estão ficando sem o seu habitat natural por causa da ganância do homem, e a mãe natureza também sofre e cobra caro o seu preço, tudo isso é lamentável, e enquanto a semente do amor não for plantada no coração de todos, jamais teremos paz, jamais teremos irmandade, é preciso haver conscientização da humanidade, os exemplos estão aí e falam por si só, e quando chegar a nossa hora de partirmos desta vida, se pode levar daqui, apenas o que de bem ou de ruim fizemos a favor ou contra o nosso próximo, porque somos como pedra bruta retirada da pedreira mais longínqua, cheias de marcas e pontos obscuros, porém aos poucos vamos tentando nos lapidar e quem sabe, um dia possamos nos transformar na preciosa essência propriamente dita.
Escritora Maria José da Conceição (Mj), em 20/11/2017.