terça-feira, 20 de junho de 2017

A CHAMA DO AMOR

Quanto tempo eu levei pra entender
Que o mundo precisa de paz.
Quanto tempo eu corri pra saber
Que a vida é um eterno aprender.
E com muita facilidade
Investi meu coração
Com coisas que não trás felicidade.
Assim vivi preso na mais pura ilusão
Sentindo-me perdido sem poder
Compreender que nada me satisfazia.
E quando tudo começou a se perder
Um buraco na estrada eu cavei
Mas uma voz se fez mais forte
Era a voz da consciência eu recuei.
Porém com precisão
Neste mundo de magia
Mais que de repente
A luz fez-se presente
Procurei outro caminho sim senhor
Foi o caminho de cada flor colhida
Escrevendo em verso a chama do amor
Mantendo-a acesa 

Neste grande universo
De provas e expiações.
Então mergulhei 
Na água viva do Senhor
Só Ele faz maravilha no meu viver.
E do meu pranto
Fazendo um canto de louvor 
Me entreguei
Mergulhando na água viva do Senhor.
Pois aqui cheguei como pedra bruta
A ser lapidada até atingir a essência
Nesta escola de experiência
E tenho a obrigação de retornar
Como espírito empreendedor.

Poetisa Mj, em 20/06/2017.

Um comentário:

  1. Amém!Lindo trabalho. Que Deus nos ilumine e modifique a cada dia. Em nome de Jesus. A paz.

    ResponderExcluir