segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

TRILHA SONORA

Em busca de aventura no espaço, a alma veleja além do infinito.
Hoje sei que arrasaste
Pois buscaste no fundo do baú
A maravilhosa seleção da trilha sonora
Que adentrou na profundeza da alma
E alheia no tempo e no espaço
Faz-me velejar nos confins mais longínquos
Do meu sofrido coração
Na constante busca de aventura.
Então com um lenço branco
Tento enxugar o amargo pranto
E as lágrimas da saudade ausente
Deixando o corpo quente
Tomar conta de todo o meu ser.
E se a luz que te ascende á própria alma
Não fosse tão bela como o infinito
Eu simplesmente não existia
E não seria uma aquarela
Rebuscada nas cores da emoção.
E sem demagogia, meu amigo,
Vou pensando na poesia discreta
Como a porta entreaberta
Respirando o puro ar
Porque Deus te criou
E o rascunho 

Fez questão de jogar fora
E se houvesse outros assim
O mundo seria diferente
Haveria mais amor e compreensão.

Escritora Mj, em 27/02/2017

Um comentário:

  1. Ora, ora, ora, amiga Maria José. Você conseguiu me deixar profundamente emocionado com suas palavras. Obrigado. Fico-lhe grato porém não mereço tanto. O mérito do programa Música e Poesia é todo seu e dos demais amigos poetas. Grande abraço.

    ResponderExcluir