sábado, 14 de janeiro de 2017

OLHAR PENETRANTE

Um dia certo olhar
Cravou o meu
Como uma lança penetrante
Pontiaguda e cortante
Então senti nas veias
O sangue gelar
E quando me tocou na pele
Meu corpo estremeceu
Num misto de alegria
E prazer primaveril
Que só você pode me dar.

Escritora Mj, em 14/01/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário