terça-feira, 18 de outubro de 2016

JOÃO BAFO DE ONÇA

Vou dizer pra toda gente
Que no sertão da calmaria
Fui criado no interior
Mas nessa bela cidade
No improviso eu sou doutor
E trago um mestre como guia
Porque não gosto de arruaça
Faça chuva ou sol ardente
No meio da tempestade
Seja de noite ou de dia
Lá vem João feito uma onça
Com seu bafo de cachaça
Porém quem por ele passa
Não aguenta a catinga de aguardente
Pois o bicho bebe com força
No gargalo da garrafa.

(Poetisa Mj...18/10/2016)

Nenhum comentário:

Postar um comentário