quarta-feira, 21 de setembro de 2016

ANALFABETISMO DA ALMA

Numa diversidade de cores e raças
Bem como nos quatro cantos do planeta
Somos todos iguais, não tem jeito
Preto, amarelo, cafuzo, branco
Gordo, magro, deficiente
Seja lá o que for, pense, pois
Fazer juízo errado é trapaça pura
Isso é analfabetismo da alma, amargura
O mais importante é ser direito
Seja humano, um ser inteligente, porque
Todo mundo sente essa violência
Por favor, tenha consciência
Levante a bandeira da paz
Os campos verdes da terra, veja
Árvore é vida e dá sombra depressa
Tudo é criação da natureza, então
Prepare um banquinho ao redor
E aproveite a harmonia
Faça você o seu próprio mundo
Dizendo não ao preconceito!

(Escritora Mj...21/09/2016)

Nenhum comentário:

Postar um comentário